A ligação entre o extinto estúdio Argonaut Software e Nintendo é bem conhecida, a empresa do Reino Unido ajudou a gigante japonesa entrar no mundo dos jogos 3D com Star Fox para Snes.
Até então o que não sabíamos é que a Argonaut teve uma influência muito antes do desenvolvimento de Super Mario 64 para Nintendo 64, jogo que foi considerado na época de seu lançamento o melhor jogo da história dos videogames.

Após o desenvolvimento de Star Fox, a Argonaut e Nintendo assinaram um acordo em que o estúdio do Reino Unido criaria títulos exclusivamente para as plataformas da Big N. Este acordo fez  a Argonaut crescer  em seus negócios mas também a limitou em várias maneiras conforme dito a Eurogamer em 2013.

Nós crescemos durante esse tempo, mas havia também uma cláusula de exclusividade que significava que a Nintendo praticamente tinha total  controle sobre nós. Tivemos a vantagem de ser a única empresa de que estava trabalhando com eles por um tempo. Mas com o tempo o investimento da Nintendo conosco foi caindo com o surgimento de outras desenvolvedoras parceiras com a empresa. 
O fim veio quando estávamos a desenvolver um jogo de plataforma 3D, como nunca tinha sido feito antes. Nós fizemos um protótipo usando Yoshi. Foi essencialmente esse o primeiro jogo de plataforma 3D do mundo e era obviamente um grande risco. A Nintendo nunca tinha deixado uma empresa externa usar seus personagens antes e não estavam dispostos liberar isso tão cedo para qualquer um. Este é o momento em que nosso acordo se desfez. Nós mais tarde produzimos o jogo  Croc: Legend of the Gobbos para o PlayStation, Saturn e PC, que se tornou nosso maior jogo em termos de vendas.



Miyamoto San veio até nós e depois nos pediu desculpas para não fazer o jogo com Yoshi e agradeceu-nos pela ideia de fazer um jogo de plataforma 3D. 

A série Croc, que começou vida no PlayStation e Saturn , mais tarde teve uma versão para Game Boy Color mas sem o brilho do jogo original.

Fonte